Navegação
  .: Home
  .: A empresa
  .: Raposa Matreira
  .: Serviços
  .: Dicas
  .: Galeria de Fotos e Vídeos
 .: Adesivos
 .: Decoração Adesivos de parede
 
.: Skins
 
 
 
Interação
  .: Entre em contato
  .: Comprar
 
  • Retire cola com muita facilidade veja:

Não use gasolina ou tinner, pois estes produtos estragam a pintura do veículo. Quando a área for pequena você pode usar um outro adesivo (novo) colar por cima e retirar puxando com força. Repetir rapidamente várias vezes até retirar todos os restos de cola.

Porém a melhor maneira é usar um removedor "king", porque este material não agride a pintura. (encontra em super mercados)

Como usar: Borrifar sobre a superfície e aguardar um pouco remover com espátula de plástico recolhendo a cola em um papel toalha, lavar o carro após a remoção da cola para que seja conc1uída a limpeza. "Caso seja necessário o veículo deverá ser polido para retirar manchas de queimado da tinta em volta do adesivo".

Duvidas mais freqüentes

Existe uma quantidade mínima para adesivagem de veículos
ou qualquer outro tipo de impressão?


Não. Hoje a SUPER atende desde uma peça até grandes volumes.
Você pode fazer um banner ou decorar apenas um veículo, e para isso utilizamos equipamentos mais modernos que existe no mercado. Para quantidades maiores, temos a impressão serigrafia, mais conhecida como Silk-Screen. Ambos os processos são de alta resolução de imagem.

A aplicação e remoção de adesivos causa danos à pintura do veículo?

Não. Ao contrário, os adesivos utilizados pela SUPER, protegem a pintura contra a ação do sol e abrasão.
A remoção, quando feita em veículos com pintura original de fábrica, não apresenta nenhum tipo de problema, mas em veículos com pinturas refeitas, a tinta poderá soltar-se juntamente com o adesivo, caso o serviço não tenha sido bem preparado e executado. Pinturas originais e funilarias bem aderidas, requerem apenas um polimento simples após a remoção dos adesivos para devolver a condição original da pintura no veículo.

É possível adesivar borrachões, pára-choques, maçanetas e
plásticos em geral de veículos?

É possível, mas não recomendado pois estas peças geralmente são de materiais texturizados e não oferecem a mesma aderência que na lataria do veículo, destacando a maçaneta que pode sofrer
descolamento ou mesmo a perda de cor devido ao constante contato com as mãos.
Em geral o adesivo não resiste e começa a se soltar cerca de 30/60 dias após sua aplicação, enquanto na lataria resiste por vários anos sem problemas de aderência.
Trabalhos promocionais de curtíssima duração (até 15 dias) podem ter adesivos nessas peças.

Os vidros de veículos podem ser adesivados?

Sim. Segundo o art.12, inciso 1, da Lei no 9.053, Decreto 2.327, de 23 de setembro de 1997, do Código de Trânsito Brasileiro - CTB, na resolução 073/98, é permitido utilizar materiais que não tirem mais que 50% da visibilidade interna do veículo. Para isso, existe o Perfurated, adesivo perfurado com 50% de visibilidade que pode ser utilizado nos vidros para complementar a decoração.
Os vidros laterais de passageiro ou motorista e o pára-brisa não podem ser adesivados.

Devo alterar a documentação do veículo que foi adesivado?

"Envelopamentos" promocionais, concebidos para durar pouco tempo, não necessitam de alteração nos documentos. Uma licença simples para trafegar com o veículo adesivado pode ser obtida junto ao Detran. Veículos com decorações definitivas ou para um tempo indeterminado, necessitam ter sua documentação alterada para "cor fantasia" junto ao Detran. Decorações mais simples, que não interfiram na cor padrão do veículo não necessitam de alterações no documento.

 

Buscar na Web por:
Powered by Google
Publicidade:
Visite nossa pagina
 
Layout  por:

 
Super Sinalização Ltda. - www.superadesivos.com - Desenvolvido e mantido por Criative